sábado, 8 de março de 2008

CIRCUITOS DE PROTEÇÃO

Estes circuitos desligam o forno em caso de curto-circuito interno ou superaquecimento e também impedem o funcionamento do forno com a porta aberta. É formado por fusíveis e microchaves acionadas pelos trincos da porta.
Abaixo vemos um circuito usado na alimentação do trafo de A.T. e da placa de controle de um microondas "Sharp". Os componentes do circuitos de proteção estão indicados através de setas vermelhas:


O fusível comum desliga o forno em caso de curto-circuito na fonte de A.T. Os fusíveis térmicos (ou de temperatura como está no esquema) desligam o forno em caso de aquecimento excessivo e as chaves impedem o forno de funcionar com a porta aberta.

FUSÍVEL DE 15 A DO MICROONDAS

Este fusível pode ter o corpo de vidro ou de porcelana e seu limite de corrente é 15 A nos fornos de 110 V e 10 A nos fornos de 220 V. Fica ligado em série com a alimentação do forno. Abaixo vemos alguns aspectos deste componente e a maneira de testá-lo na escala de X1:

IMPORTANTE

Como este fusível trabalha no limite, pode acontecer dele queimar mesmo que não haja outro defeito no forno. Neste caso é aconselhável trocá-lo por um de 20 A.

FUSÍVEIS TÉRMICOS DO MICROONDAS

São formados internamente por duas lâminas encostadas feitas de materiais diferentes. Quando ele ultrapassa o limite de temperatura marcado no seu corpo, as lâminas desencostam e o fusível abre. Abaixo vemos o aspecto deste tipo de componente e a maneira de testá-lo na escala de X1:

IMPORTANTE

Dificilmente este fusível abre a toa. Geralmente quando isto ocorre o ventilador pode estar com defeito e o magnetron superaqueceu, ou um dos relês da placa de controle está com defeito ou então o dono do forno deixou um alimento por muito tempo cozinhando e o aparelho aqueceu demasiadamente ou ainda colocaram algum recipiente de metal dentro do microondas. Só se deve colocar recipientes de plástico resistente, de vidro ou de porcelana dentro do microondas. Portanto verifique estas possibilidades antes de trocar o fusível térmico.


MICROCHAVES DE SEGURANÇA DO MICROONDAS


O forno possui 3 chaves acionadas pelos trincos da porta. Todas têm a mesma finalidade: não deixar o forno funcionar com a porta aberta. Abaixo vemos o aspecto destas chaves e a posição que elas ficam num modelo de forno da "Sharp":


Elas são identificadas pela sua posição e sua função no forno da seguinte forma:
1. Chave primária - Esta é do tipo NO (normalmente aberta), ou seja, liga quando apertamos o pino. Fica ligada em série com o primário do trafo de A.T. Portanto quando a porta do forno está aberta, ela não permite que o trafo receba 110 V no primário e desta forma o magnetron não funciona.
2. Chave secundária - Esta também é NO e vai ligada na placa de controle. Quando a porta do forno está aberta, ela desliga do terra um pino do CI micro da placa e desta forma todas as teclas "LIGA" do painel ficam inoperantes.
3. Chave monitora - Esta é do tipo NC (normalmente fechada), ou seja, desliga quando apertamos o pino. Fica ligada em paralelo com o trafo de A.T.
Quando a porta está aberta, esta chave mantém o primário do trafo em curto e, se por acaso a chave primária der um defeito de grudar os contatos, a chave monitora causa a queima do fusível de 15 A. Portanto não tem jeito do magnetron funcionar com a porta aberta.

POSICIONAMENTO DAS MICROCHAVES
Abaixo vemos as ligações dos circuitos de proteção e alimentação de um modelo de forno da "Sharp" onde as microchaves estão identificadas por setas vermelhas:


Estas chaves também são indicadas pela sua máxima corrente de operação, em geral 15 ou 16 A. Devemos tomar o cuidado de não trocar a chave monitora com uma das outras duas, já que seu modo de operação é inverso.

TESTE DAS MICROCHAVES

Abaixo vemos como deve ser feito o teste dos dois tipos de chave em X1. Observe como a distância dos terminais da chave monitora é maior que o das outras duas:
DEFEITOS QUE AS MICROCHAVES PODEM CAUSAR

1. Chave primária - A que dá maior incidência de defeitos. Seus contatos costumam oxidar e devido a passagem de grande corrente, estes contatos aquecem excessivamente e derretem a chave. Defeito - O forno não esquenta, os motores não giram, porém a lâmpada acende e o relógio do painel conta normalmente.
2. Chave secundária - Esta não dá tanto defeito quanto a primária, devido a corrente reduzida que passa por ela. Defeito - As teclas "LIGA" do painel não funcionam. Ao ligar o forno na tomada o ventilador e a lâmpada entram em funcionamento imediatamente, porém não aquece.
3. Chave monitora - Esta quando ocasiona defeito é devido ao seu mau posicionamento no suporte das chaves. Defeito - Ao apertar uma das teclas "LIGA" do painel o fusível de 15 A queima na mesma hora.
Obs: Alguns fornos têm uma 4ª chave para acender a lâmpada da cavidade. Os modelos que não têm esta 4ª chave acendem a lâmpada através de um dos relês da placa de controle.

Nenhum comentário: